Nintendo e sua mão fechada.

A Nintendo sempre teve uma visão um pouco estranha de como conduzir as vendas de seus produtos, ainda que no geral isso não seja exatamente um problema. No caso do novo console e suas novas propostas, isso tem mudado um pouco de figura e me preocupa.

Muito se discutiu durante os últimos anos sobre ser correto ou não cobrar para se jogar online, os prós e contras são igualmente importantes e no fundo poucas pessoas realmente se importam de pagar pelos serviços pelo diferencial que eles trouxeram: jogos gratuitos.

Confesso que 80% dos jogos que joguei nos últimos anos em ambas as plataformas da Sony e Microsoft vieram de jogos ganhos através da PSN Plus e da Live Gold. Não consigo ser contra um serviço que sempre me proporcionou horas de jogo e descontos em titulos que me interessavam, mas me preocupo quando a Nintendo decide fazer o mesmo e oferecer apenas jogos de Nes e Snes por um mês.

Esse mês foi só alegria u.u

Os jogos em questão são antigos e a receita que eles trazem a Nintendo é irrisória. Não existe qualquer motivo lógico para a Nintendo não deixar que os assinantes de seu serviço online fiquem com os jogos para sempre, exceto um: ela quer lucrar.

A Nintendo sempre colocou o lucro de seus produtos na frente e já deixou isso claro algumas vezes como quando em uma entrevista disse que seus clientes estão felizes em pagar o valor total de um jogo digital sendo que ela poderia vender por um preço diferente. Também vimos isso quando ela decidiu vender os jogos da série  pokemon de gameboy pelo valor de 10 dolares. Tudo bem que são jogos bons, mas hoje eles não valem mais do que 5 dólares e não passam de roms que o console é capaz de ler. Ela não teve nenhum trabalho para colocá-las no sistema.

O que me preocupa como consumidor é  que se estou pagando por um serviço que me oferece apenas um “Time Trial” mensal de jogos antigos, a chance de receber jogos de verdade e de peso como nas concorrentes é quase inexistente.

Não sei o que esperar desse serviço, mas até o momento ele não parecer nem um pouco vantajoso para o consumidor.

 

Gostou? Compartilhe!

Will

Escritor, gamer e youtuber nas horas vagas! Sonha em dia criar um jogo que domine a industria gamer, alem de produzir livros, filmes e criar seu próprio império do entretenimento.