Resumão em Vídeo:


Thirds do Switch

Sonic Mania

Fazia tempo que não víamos um Sonic com um grande lançamento, até que Sonic Mania chegou, inclusive para o Switch, e vem recebendo muitos elogios. O jogo é uma visita aos títulos da franquia no Mega Driver, com algumas adições interessantes e melhoria no visual 16bits, o time por traz dessa combinação é formado por desenvolvedores que já criaram jogos do Ouriço não oficiais, mostrando que a Sega acertou em tirar o Sonic Team e chamar os fãs para o projeto. Sonic Mania chegou rapidamente ao topo na lista semanal de jogos mais vendidos no Switch, desbancando nomes como Splatoon 2 e Arms.

Mais informações aqui.

99Vidas

Enquanto a Nintendo está longe do Brasil, os desenvolvedores daqui fazem o caminho inverso e o Beat-Up 99Vidas é o segundo jogo nacional, depois de Rocket Fist, a chegar para o Switch. Além de toda a força que esse lançamento dá para o mercado de games no Brasil, o jogo tem todos as características para ser jogado on-the-go, com possibilidade de multiplayer com até 4 pessoas. O game baseado no podcast brasileiro conta com diversas referências do nosso país e teve todo o seu orçamento adquirido através de campanha no catarse, já há versões para PC, PS4, PS3 e Vita, Xbox One e Switch devem ganhar suas versões até o fim do ano.

Mais informações aqui.

FIFA 18

Um dos títulos thirds mais importantes do ano, FIFA 18 chega ao Switch no fim de Setembro e terá um importante papel para o futuro do console. Depois da Capcom, agora é a EA que usará o número de vendas de um jogo para determinar seu apoio para o Switch, FIFA 18 que desempenhará esse papel, ou seja, se você quer ver um Mass Effect ou Dragon Age no Switch, precisará comprar um jogo de futebol – ou torcer para que ele venda bem. Apesar de ter a opção de jogar em todo lugar, a versão não receberá o modo Jornada e não rodará na Frostbite Engine, o lançamento para o Switch acontece dia 29 de Setembro.

Mais informações aqui.

Mais conteúdo em Arms

Parece que as similaridades entre Arms e Splatoon é maior do que imaginávamos, além de atualizações frequentes e o foco no eSport, Arms também deve receber conteúdo durante muito tempo. Alguns programadores encontraram um documento onde é listado vários nomes de personagens, alguns já lançados e outros que estariam por vir, dos 20 nomes nessa lista já temos 11 lutadores disponíveis.

O perfil oficial do game no Twitter fez duas postagens misteriosas nessa semana, dando ainda mais força para esse rumor. Primeiro uma foto mostrando um estágio novo ao fundo e, depois, um gif borrado mostrando um novo personagem, onde é possível identificar apenas os seus nunchakus nos punhos. Nada foi confirmado pela Big N, mas não deve demorar muito para esse conteúdo chegar ao game.

Mais informações aqui.

Acessórios e Processo contra o Switch

Ter um produto em alta no mercado e muito bem falado pela mídia não traz apenas o retorno financeiro, mas também valoriza a marca e mobiliza outras empresas a investir nesse produtor, com o Switch não está sendo diferente. A chinesa OJO anunciou um projetor dedicado para o console, onde será possível jogar os games de Switch em até 120 polegadas e com som estéreo, o produto é compatível com celulares, tablets e notebooks e deve entrar em financiamento coletivo em breve. Outro produto que chamou a atenção é um dispositivo que possibilitar controlar dois joy-cons com uma mão, feito em uma impressora 3D e sem pretensão de ter sua produção em massa. Seria uma ótima opção para gamers que sofreram alguma deficiência física.

Mais informações aqui e aqui.

Enquanto algumas tentam embarcar nesse sucesso de forma inovadora, outras empresas vão para o lado legal e estava até demorando para o Switch sofrer desse mal. A Gamevice entrou com um processo contra a empresa, argumentando que o Joy-Con inflige algumas patentes do controle Wikipad, lançado para o tablet gamer da empresa. A semelhança não fica apenas no design, mas também no sistema de encaixe por trilhos, a única diferença dos dois periféricos é que o Joy-Con pode ser usado mesmo desacoplado do Switch. A Gamevice exige uma indenização e a proibição da venda do Nintendo Switch.

Mais informações aqui.


Essas foram as notícias da semana! Deixe sua opinião nos comentários!

 

Este post foi escrito por Jonatas Marques

De RPG japonês até Candy Crush genérico, se me prende a atenção, estou jogando! Essa paixão transcendeu para a internet, onde escrevo sobre games na NL e no Medium.

Veja outros posts de