Eu não ia comprar o Nintendo Switch. Meu foco de investimento era montar um PC monstrão para jogar em 4k HDR e o Switch não cabia no orçamento. Até aquela noite fatídica onde estávamos reunidos eu, Tovar, Felipe e Francisco para falar do Mario Odissey em um POWdcast (que você pode ouvir o POWdcast clicando aqui) e eu comprei o console.

Aquela noite mudou minha vida.

O Console:

É impossível não dizer que o Switch me surpreendeu e muito. O sistema operacional é extremamente leve e rápido, algo que eu amei vindo da experiência de ter meu OS do atual pc gamer num SSD. O Switch ganha pontos aqui comparado com a inicialização do Xbox e do PS4; além disso, o menu é intuitivo e simples. Algo muito bom para qualquer pessoa.

A tela também me agradou muito pela qualidade das cores e o contraste, além do tamanho. Ela não prejudica em nada a experiência e confesso que nem ligo meu console na TV devido a isso. O Switch também tem poder para rodar bem os jogos, mas o modo portátil perde e muito com a queda do uso da GPU, pois o primeiro chefe grande que enfrentei no Mario tinha queda de texturas para poder processar do jogo sem travar. Isso me incomoda um pouco…

Não consegui encontrar uma imagem demonstrando a queda, mas notei que acontece em cenas com muitos detalhes e personagens grandes como o da foto.

Outro ponto que me desagradou foi o fato de desligar o console também ser um tanto quanto complicado. Toda vez que preciso segurar o botão power por 5 segundos para aparecer uma tela com opção de desligar e reiniciar, me pergunto quem teve essa ideia genial de tortura humana.

Dock:

Eu queria entender o que a Nintendo estava pensando em por tanto espaço morto dentro daquilo. Modelos não oficiais mostram que era possível fazer tantas outras versões eficientes que eu não consigo sequer elogiar o dock.

De um lado o dock parrudo e cheio de espaço vazio, do outro um modelo paralelo e muito menor. Imagino que a Nintendo poderia ter feito outo esquema para proteger a tela do Switch no modo dock…

Felizmente, num contexto geral ele é insignificante.

Joy Cons:

Vou começar a falar deles de uma forma simples: Eu odiava a ideia, esperava algo próximo ao controle do Wii que foi legal por um tempo, mas um problema depois…

Deus, como eu estava errado. O controle é ótimo! Às vezes meio desconfortável na minha mão, mas é ótimo para jogar. E o controle por movimentos foi aperfeiçoado e esta agradável de jogar. Até mesmo o rumble que eu achava meio sem sentido me agradou muito, ele causa uma sensação que só experimentando para entender.

Jogos e loadings:

Esse ponto me desagradou um pouco. O Switch leva vantagem no carregamento de seus jogos frente ao XBox (na minha experiência pessoal), mas perdeu muito para o PC. Comprei dois jogos indies para ele que já tinha em meu PC: Stardew Valley e Moon Hunters para comparar.

Os dois estão instalados em um HD comum em minha maquina, mas carregam muito mais rápido do que no Switch que conta com uma memória flash e deveria ser mais rápido em teoria. Obviamente isso não é um problema em si, mas eu esperava mais nesse quesito.

Telinha demorada…

Experiência:

Poder jogar em todos os lugares e escolher como quero usar meus controles é excelente. O Switch não deixa a desejar frente a seus concorrentes e fico apenas triste por ele não ser um pouco mais parrudo para poder receber ainda mais ports. Ele é perfeito para muitos jogos que talvez nunca cheguem ao sistema por conta de seu hardware. Acredito que mais especificamente pela quantia de memória RAM do que pela GPU ou CPU.

Jogar em 720p também me fez questionar se realmente preciso jogar em 4k. Afinal, resolução é apenas resolução e ainda que o jogo fique mais bonito, a diversão é a mesma.

Conclusão: o Switch é divertido, é perfeito para indies e é definitivamente um console que realmente vale a pena investir.

Este post foi escrito por Will

Escritor, gamer e youtuber nas horas vagas! Sonha em dia criar um jogo que domine a industria gamer, alem de produzir livros, filmes e criar seu próprio império do entretenimento.

Veja outros posts de

  • Rubens Mateus Padoveze

    Assim eu compro também kkkkk
    mas realmente desde que eu confirmei que nosso olho não enxerga tantos detalhes, não vejo motivo em 2k 4k 25655k…

    • NintendoLovers

      Hahahaha

  • Ashtar

    Tenho PC gamer, Ps4, wiiu e comprei o switch tem uns 2 meses. Com a experiência que eu tenho hoje: Vale a pena primeiramente montar um PC, depois comprar um PS4 e só depois pensar em switch. Digo isso pq já zerei o zelda s mario odyssey. Agora só tem joguinho mequetrefe no switch e, sendo assim, tá encostado. Acho que vale mais comprar lá pro final do ano que vem e olhe lá…

    • NintendoLovers

      É um ponto de vista bem válido! Rs. Obrigado pela participação.

  • Snaked Snake

    Tenho PS4, Xone, Switch e Wii U. Os dois primeiros estão encostados, só jogo quando meu filho aparece aqui em casa (e ele também não tem encostado neles). Tenho 400 horas de Zelda no Switch e tenho jogado muito Xenoblade Chronicles X no Wii U.

    Pra entenderem o que o Switão anda fazendo.

    • NintendoLovers

      Ter todos os consoles! Uma conquista que poucos conseguem! Confessamos que estamos com uma inveja (mas é aquela inveja boa hahahaha).

      Switch é fantástico! Wii U tb é um console fantástico, assim como XOne e PS4. Rsrs

      Obrigado por comentar e mais uma vez, parabéns pelos consoles. 🙂

      Um grande abraço!