[VOCÊ NO CONTROLE] Mario Kart Tour

Mais uma vez pedimos a participação de vocês para esse post. A pergunta foi: Se você fosse o projetista do jogo do Mario Kart Tour para celular, como seria o gameplay? E a forma como você ganharia dinheiro?

Veja as respostas dos nossos leitores:

Magnus Ricardo

Eu lançaria o Jogo com a Mushroom Cup liberada e o Shy Guy como corredor. Para ter acesso ao Jogo base completo, com outras copas, corredores e karts melhores, seria pago a um valor acessível.

O jogo seria parcialmente free. A versão completa seria paga, bem baratinho, para justificar microtransações. As microtransações teriam um foco em skins exclusivas, cosméticos ou abreviar coisas que seriam também possíveis obter-se jogando, como as Coins, a moeda interna de desbloqueio e compra de recursos do jogo.

O jogo agregaria ambos estilos, Hardcore (online, config tradicional) ou Casual (Offline, com opções de automatização), com isso ele atingiria dois mercados ao mesmo tempo.

Lançaria um modo online de disputa que gastaria uma moeda de acesso. Essas moedas poderiam ser dropadas nas corridas off line ou compradas (Dinheiro Real) individualmente ou em packs.

Participar de maneira frenética do modo ONLINE desbloquearia pistas, pilotos e partes de nossos veículos, que de outra maneira vc não teria. Isso não estaria ligado a vitórias, mas sim a participação como um todo, sendo que a vitória daria chances de conquistar coisas melhores.

De tempos em tempos, venderia packs de expansões com novas copas, customizações em geral.

Lançaria um modo arena ao estilo Destruction Derby, apenas online, sem offline

E mais…. Muito mais.

Heder Tr

A jogabilidade, na questão dos botões, acho que faria parecido com os emuladores de SNES para android.

Sou fraco de criar um sistema de ganhar dinheiro, mas sobre jogabilidade eu falo com propriedade e certeza: dê opção aos players! Tenho raiva de jogo que quer impor a vontade do programador aos players, que não deixa escolher o tipo de controle. Eu quero jogar do jeito que eu quiser e não do jeito que o programador quer, então deixe vários tipos de controle. Isso pra mim é importantíssimo.

Mary Bruno

A jogabilidade seria no estilo Asphalt 8 (giroscópio ou acelerômetro) e com toque na tela para enviar o power-up.

Ganharia dinheiro vendendo personagens!

Walisson Souza

Cobraria caro no lançamento, e atualizaria o jogo durante um ano adicionando novas pistas e personagens sem cobrar. Aí no segundo ano venderia um season pass para continuar atualizando o jogo.

Fernando Felix

Eu estava pensando em algo diferente das corridas tradicionais de Kart e jogos de corrida pra celular. Eu pensei em algo focado em gerenciamento do seu Kart e um modo de apostas e seria um jogo free to play.

No início, os jogadores poderiam escolher apenas UM personagem que seriam: Mario, Luigi, Peach, Yoshi, Toad, Bowser, DK e Wario (sim, remetendo ao roster de MK64). Haveria possibilidade de desbloquear os outros personagens. Personagens novos seriam adicionados em futuros updates, torneios exclusivos (tipo um evento).

O jogo usaria o sistema do MK7 e MK8 de montar seu carro com as peças e assim você iria gerenciar os estes recursos dos karts com os status de sua preferência. Pra conseguir novas peças, haveria uma lojinha e elas seriam bem caras, fazendo com que o jogador precise juntar bastante moeda. E haveria a moeda vermelha que seria mais difícil de conseguir in-game (mas seria possível ganhar em corridas ficando entre os 3 primeiros, bônus diario ou comprar com dinheiro real) e seria tipo os cristaizinhos desses jogos mobile. Com a moeda vermelha você consegue peças exclusivas e personagens novos.

A jogabilidade é simples, seria uma corrida de 8 jogadores Online, cada um com seus karts customizados, visão da pista vista de cima com os modelos em 3D. Você não iria controlar o Kart, seria controlado pela IA do jogo e poderiam segurar 2 itens igual MKDD e MK8D. Apenas os itens seriam usados manualmente pelo jogador com apenas um toque na tela. Os personagens teriam os especiais como no MKDD e seriam usados manualmente.

Outras interações nas corridas que não dependeriam apenas de sorte, então por exemplo, alguém solta uma bola de fogo em você, na SUA tela mostraria chamas nas bordas da tela e o jogo ia dizer pra você assoprar no mic do seu cel pra apagar as chamas. No fim da corrida dependendo da sua colocação, você ganharia pontos pra subir de rank e comprar novas peças pro kart e uma quantia de moedas, entre os primeiros teria o bônus de ganhar a moeda vermelha.

Fora as apostas em que basicamente você assistirá outros jogadores, e vc vai ver qual o jogador e personagem que estão usando na corrida e apostar seu dinheiro em um de sua escolha. Se o cara que você apostou ganhar a corrida, ele ganha uma quantia pequena de moedas, mas se 10 apostarem nele, a quantia aumenta.

Rubens Mateus Padoveze

Eu usaria o giroscópio do celular para direção. Colocaria aceleração constante e um botão para o frenagem e outro para um tipo de turbo (parecido com o modo de auxilio do Mario kart 8…).
Ganharia dinheiro com cosmética de carros, e até mesmo usaria os Mii como pilotos customizáveis. Partes dos veiculos poderiam ser customizadas também no melhor estilo “corrida maluca”. Mas tais itens não fariam diferença na competição e no rank regional e global.
Se fosse para ganhar mais dinheiro ainda colocaria um segundo rank. Nele as compras fariam diferença na competição, dando poderes especiais aos veículos e melhorias nas curvas e aceleração.
Os melhores classificados ganhariam pontos. Os pontos seriam trocados por produtos dentro do jogo ou produtos para as outras plataformas da Nintendo, bichos de pelúcia, estojos, meias, no melhor estilo Carne do Baú ou pontos “fidelidade cartão e crédito”.
Os pontos poderiam ser usados também para apostas dentro do jogo onde se ganharia mais pontos; como em corridas de cavalos.
Ps.: Podem achar que é besteira juntar pontos e trocar por algo, mas se bem feito ela vai ganhar muito pois passa a impressão que estamos ganhando algo pelo nossa competência. Mas na verdade ela já ganhou muito mais até se juntar tantos pontos e logicamente o valor gasto em pontos vai ser maior do que a compra direta dos produtos.

Gostou? Compartilhe!

Tovar

Nintendista desde os 8-bits, pulei somente a geração GameCube (que recuperei com o Wii). Sou fã de The Legend of Zelda, Donkey Kong, Mario, Mega Man, etc. Resumindo: sou fã de jogo bom!