Golf Story – Simples, Direto e Viciante

Olá a todos! Hoje vos trago um jogo que há muito tempo queria jogar. Vi alguns gameplays que me agradaram e alguns amigos me indicaram, mas o preço estava além do que o meu bolso poderia pagar. Eis que uma promoção surgiu e comprei-o por menos de 10 dólares. E é sobre Golf Story que iremos falar hoje! Antes de continuar, para quem quiser ouvir um pouco mais desse e de outros indies, nós fizemos um Nintendo POWdcast especial com jogos INDIEspensáveis.

A história é simples: você treinava golfe com seu pai quando criança (modo tutorial) e um ataque de gansos (sim, gansos!) põe fim a sua jornada, pelo menos por um tempo. Todavia, vinte anos depois daquele fatídico dia, você resolve virar um profissional do esporte. Para isso desafiará a tudo e a todos, incluindo o seu trauma. Com seu visual retrô e seu humor leve, aos poucos esse jogo me viciou. Não é um humor que te fará gargalhar, mas sabe aquele tipo de piada que você solta um sorriso e se sente feliz ao vê-la? Esse tipo de humor te espera no game. E isso é extremamente gratificante.

Mas calma! Se você torceu o nariz por este ser um jogo de um esporte pouco (ou nada!) popular aqui no Brasil, fique tranquilo, pois, mesmo que você não goste de golfe, há uma boa chance de você curtir esse jogo. Eu diria até que ele lembra um pouco o Mario Golf, resguardadas as devidas proporções e diferenças de estilo.

Ainda me lembro daquele dia!

Golf Story tem uma mecânica de RPG, mesmo que seja algo bem simples, e é repleto de desafios (que num jogo tradicional de RPG seriam as batalhas), seja bater na bola e fazer ela parar em determinada área do mapa, seja acertar um buraco distante ou até mesmo ganhar um circuito de golfe e alcançar o estrelato. Até arremesso de disco (que não são frisbies!) o jogo tem.

Cada desafio vencido te dará experiência e dinheiro. Experiência faz você evoluir o nível do personagem. Cada level que você evolui te dá cinco pontos de habilidade para melhorar suas skills (exs: força e precisão) da maneira que lhe for mais conveniente. Isso dá uma pessoalidade para a jogatina, pois o meu personagem é único, de acordo com os meus gostos e vontades. Como todo bom RPG o jogo ainda tem side-quests, e elas também são inusitadas e bastantes divertidas.

Distribuição dos pontos de habilidade.

A mecânica do jogo é bem simples, mas desafiadora: tudo que você tem que fazer é posicionar a rota que a bola seguirá (distância, parábola, curva, e ponto de queda da bolinha). Achou a posição ideal para aquela tacada perfeita? Repense! Afinal, o vento, a inclinação do campo e até mesmo a sua perfeição na tacada influenciam na rota final.

Sobre a perfeição da tacada, bater na bolinha também tem sua dose de desafio, afinal são duas apertadas de botão que podem fazer você acertar o buraco ou a água. Há uma barra com um indicador que vai da direita para a esquerda, voltando para a direita. É este tempo de ida e de volta que você tem para apertar o botão A duas vezes. A primeira vez que você aperta o botão, o indicador para, definindo a força da tacada (interfere na distância percorrida pela bolinha). A segunda vez define o “local” da bolinha em que você acertará (o que acaba interferindo na direção da bolinha).

Com o dinheiro adquirido nas batalhas, você pode comprar tacos de diversos tipos, cada um com habilidades específicas e cabe a você selecionar o melhor equipamento para uma “batalha”. Há taco que te ajuda a sair de uma poça d’água, outro que é bom para cavar e sair da areia e há até um que faz a bolinha quicar na água algumas vezes (esse é o meu preferido), o que permite alcançar distâncias maiores mesmo com um mar à sua frente.

Repare que aqui haverá a interferência do vento e da inclinação do campo.

Há ainda diversos outros empecilhos que podem surgir para comprometer a sua tacada perfeita. Por exemplo: existem toupeiras em alguns pontos que, caso a bolinha caia próxima a uma delas, elas reposicionam a bola em uma área ruim para a batida. Seu desafio é superar todos esses obstáculos e, quem sabe, conseguir aquela tacada que te fará alcançar o tão desejado hole-in-one. E puxa! Como é gratificante quando você acerta o alvo em uma só tacada.

É importante mencionar que as competições e alguns desafios de acertar o buraco trabalham com o sistema de “par”. Para quem não conhece o golfe, o sistema de “par” é uma espécie de número ideal (meta) de tacadas para um determinado buraco. Quando você passa esse número de tacadas, diz-se que você fez um “Bogey”. “Par” significa que você derrubou a bolinha exatamente na quantidade de batidas prevista. Foi mais rápido que o previsto? Então você pode ganhar uma medalha “Birdie” (-1 tacada), “Eagle” (-2), “Albatros” (-3). Essas três medalhas eu consegui ganhar em alguns buracos, porém no golfe há ainda “Condor” (-4) e “Phoenix” (-5). Esses eu não consegui ganhar e nem sei se existem no jogo.

Placar de um circuito de nove buracos.

Um ponto negativo do jogo é que ele está totalmente em inglês e isso pode comprometer o entendimento do jogo e de suas piadas, bem como impactar o entendimento do objetivo de determinado desafio. Exemplo: tem uma parte do jogo em que a área onde você acertar a bolinha está próxima a uma calçada. Nesta parte, não basta você posicionar a bolinha dentro da área demarcada. Seu objetivo é fazer a bola quicar na calçada e parar dentro da demarcação. Isso você só entende tendo um certo conhecimento da língua inglesa.

Quanto ao tamanho do jogo, ele conta com uma história que pode levar de 15 a 25 horas, dependendo da forma como você joga. Eu levei pouco mais de 20 horas para fazer tudo o que o game me pedia. Posso lhes dizer que valeu à pena! Porém, reconheço que o jogo pode se tornar um pouco repetitivo para algumas pessoas, o que não aconteceu comigo.

Veredito

Golf Story foi uma grata surpresa no Switch. Humor leve e seu gameplay divertido me garantiram boas horas de diversão. Jogar no modo portátil é algo magnífico e recompensador, pois seus desafios rápidos garantem diversão mesmo quando você não tem muito tempo disponível. É um jogo que eu recomendo a todos que gostem desse estilo mais “casual” de jogo. Apenas tenha em mente que o jogo é, em sua maioria, composto de vários desafios de golfe e, por isso, pode se tornar um pouco repetitivo para algumas pessoas.

“Meu principal objetivo agora é aproveitar a vida” – Belo conselho!
Gostou? Compartilhe!

Tovar

Nintendista desde os 8-bits, pulei somente a geração GameCube (que recuperei com o Wii). Sou fã de The Legend of Zelda, Donkey Kong, Mario, Mega Man, etc. Resumindo: sou fã de jogo bom!